• Iggy Marketing e Inovação

7 Lições de marketing de artistas Rock'n'roll



Hoje é dia do Rock!


O gênero sempre esteve ligado a uma tomada de consciência da população, que usa as canções como uma forma de reivindicar seu lugar na sociedade. Também é caracterizado pela capacidade de se reinventar e permanecer atual.


Analisando a história do movimento e dos artistas que fazem (ou fizeram) parte, podemos aprender diversas lições de marketing.


Ponha seu rockstar favorito para tocar e confira o texto!


1 - Beatles: Não tenha medo de testar algo novo


Em She Loves You, de 1963, o quarteto de Liverpool inseriu acordes utilizados somente no jazz até então, no que foi considerada a primeira grande revolução no Rock. Daí para frente o grupo não parou de inovar.


Eles analisavam o mundo a sua volta e tudo o que acontecia na cena artística, e encontravam formas de incorporar diversos elementos em seu trabalho, além de propor novas ideias.


Em suas gravações, utilizaram música clássica, indiana, colagem de sons, fitas rodadas de trás para frente, loops, sons de pássaros... Não à toa, foram a grande influência de diversos outros artistas, além de ocuparem a 1º posição do ranking dos Maiores Artistas de Todos os Tempos da Billboard – mesmo 48 anos após a dissolução da banda.


2 - Rolling Stones: Invista em uma marca inesquecível


É impossível olhar para o desenho de uma boca com a língua de fora e não lembrar dos Rolling Stones, não é?


Eles já tinham 8 anos de estrada quando, em 1970, pediram ao designer John Pasche uma imagem que transmitisse a atitude antiautoridade e sexy que caracterizava a banda. Inspirado pela boca do próprio Mick Jagger, Pasche desenvolveu o logo.


O desenho simples transformou-se em uma marca forte, que permanece relevante até hoje. Isso porque tem traços atemporais e soube traduzir o espírito rebelde da banda.


3 - Rita Lee: Seja referência


Sempre antenada em tudo o que acontecia na música e na sociedade, Rita Lee contribuía para os debates com arranjos e letras ousadas, transformando-se em um dos principais nomes do rock nacional. Com simpatia e inteligência, escreveu músicas atemporais e de sucesso no mundo inteiro.


A banda Tutti-Frutti, da qual foi vocalista, lançou o disco Fruto Proibido em 1975. O álbum é um marco da música brasileira, inspirando diversos artistas e tornando-se um “manual de como fazer rock em português”. Aos 70 anos, se aposentou dos palcos, mas permanece com o título de Rainha do Rock Brasileiro.


4 - Pink Floyd: Crie conteúdo de qualidade e atemporal


Em 1973, a banda britânica lança seu oitavo álbum: The Dark Side of the Moon, que foi amplamente aceito pelos fãs e logo atingiu o topo das paradas. O segredo? Uma qualidade musical excepcional e letras pessoais, com mensagens claras e diretas, que permitiam uma identificação imediata do público com a obra.


Além disso, a banda iniciou o a turnê do álbum antes mesmo de seu lançamento, o que permitiu que testassem a aprimorassem o material antes da edição definitiva.


5 - Nirvana: Venda uma ideia, não um produto


Foram 7 anos de banda e 3 álbuns lançados. O suficiente para tornar a independente Nirvana o símbolo de toda uma geração. O grupo não lançou apenas hits de sucesso: no cenário grunge dos anos 90, toda a sua obra captura o espírito dos jovens entediados e amedrontados por um futuro incerto.


Em suas músicas, os fãs encontravam tudo aquilo que queriam expressar: suas angústias e frustrações contra uma sociedade que os oprimia. Nirvana era a voz de todos eles, e a identificação foi imediata. Logo, não só as músicas estavam na boca dos adolescentes, mas também o estilo de se vestir era copiado.


A banda foi um grande exemplo de que, com a mensagem certa e conteúdo que se aproxime dos dilemas do público, até mesmo os artistas independentes poderiam figurar entre os mais tocados.


6- David Bowie: Reinvente-se!


Há um motivo para Bowie ser chamado de camaleão do rock. Vanguardista, o músico transitou entre as mais diferentes estéticas em seus 50 anos de carreira: hippie, glam rock, punk, soul, new wave, eletrônica... A diversidade de estilos era evidenciada em suas músicas, performances e visual.


E, tal qual um camaleão, Bowie também se adaptava às novidades. Em 1996, foi o primeiro grande artista a lançar e disponibilizar uma música (Telling Lies) em seu website. E em 1998 lançou o BowieNet, uma mistura de provedor com fã-clube, onde ele disponibiliza mensagens e vídeos exclusivos para os assinantes – isso tudo muito antes de plataformas como YouTube e Facebook.


7 - U2: Tenha um time em que possa confiar


Ao contrário da grande maioria das bandas de rock, o U2 mantém a sua formação original desde o primeiro álbum, lançado em 1980. Como um time coeso, os 4 integrantes superaram o conhecimento musical limitado da adolescência até virarem ícones globais em 1987, com o álbum The Joshua Tree.


Apesar de ocuparem o posto de uma das principais bandas de rock, nem sempre seus trabalhos são bem recebidos pelo público. Mas, a partir das críticas, conseguem tomar decisões em conjunto e se reinventar, o que sempre leva a um próximo lançamento aclamado pelos fãs.

182 visualizações

© 2020 • IGGY Marketing e Inovação • Todos os direitos reservados

Horário de atendimento • Segunda à Sexta • 8h30 às 12h e 13h30min às 18h

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon